Central: (19) 3381-4748 / WhatsApp (19) 99944-4748

Dossiê das Estrias

  Diana Esberci   out 06, 2014   Blog   0 Comentários

tratamento-para-estrias-fisest

O que são estrias?

São alterações das estruturas da pele provocadas pela ruptura das fibras elásticas e colágenas (responsável pela sustentação da pele) causando uma atrofia (pode atingir a camada da derme, vasos sanguíneos e melanócitos, responsáveis pela coloração da pele).

Por que aparecem?

Pode ocorrer por distensão exagerada como na gravidez, aumento de peso, síndrome de Cushing, predisposições genéticas, alterações hormonais ou por uso de corticosteroides ou asteroides.

Quais são os tipos das estrias?

  • Vermelhas: processo inflamatório inicial de rompimento das fibras de elastinas e colágenos. Nesse caso o tratamento pode ser mais eficaz.
  • Brancas: atrofia (rompimento das fibras de elastina e colágeno) na derme e nos melanócitos. O que torna o local da pele mais clara, além de promover o processo de cicatrização. Por esse motivo o tratamento é mais difícil precisando de uma atenção minuciosa.

Qual é a incidência?

De três a seis vezes mais frequente no sexo feminino. Taxa em média de 55% a 65% em mulheres e de 15% a 20% nos homens.

Para que servem os tratamentos para estrias?

O tratamento das estrias tem o objetivo de melhorar o aspecto estético, estimulando a formação das fibras elásticas e colágenas tornando-as mais semelhantes à pele ao redor.

Quais tratamentos são mais indicados?

  • Dermoabrasão: Esfoliação mecânica progressiva de micro cristais de óxido de alumínio controlada. Tem como objetivo remover as células mortas e estimular a produção de colágeno e elastina amenizando a aparência estética das estrias.
  • Carboxiterapia: Tratamento que consiste em aplicações subcutâneas de CO2 medicinal. Ativa a microcirculação local, promove lipólise (quebra de gordura armazenada no adipócito), reduz medidas, remodela o corpo, melhora a nutrição celular, elimina toxinas, reduz edema e processo inflamatório, melhora a elasticidade, tônus da pele e a qualidade dos tecidos.
  • Eletrolifting: O Eletrolifting tem o objetivo de produzir uma reação inflamatória aguda associada aos efeitos intrínsecos da corrente galvânica para estimular a atividade fibroblástica e consequentemente a síntese de colágeno e elastina.
  • Peeling Químico: No Peeling Químico são utilizadas substâncias químicas (ácidos) sobre a pele com objetivo de estimular a regeneração celular e produção de colágeno e elastina. O mais indicado é o Ácido Retinoico.
  • Laser: potencializa a produção de novas fibras de colágeno e elastina .

Agende uma avaliação personalizada gratuita!

Postar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*